Pedro Rogério Prosdocimo (2016) Comércio – Curitiba – Paraná

Nasceu em Curitiba, formado em técnica de contabilidade, Rogerio começou profissionalmente como office-boy da extinta empresa de varejo Prosdocimo, tendo alcançado, por mérito,a diretoria da empresa, mais tarde vendida a Arapuã, rede paulista.Foi também um dos fundadores da agência de publicidade Exclam, que marcou época no Paraná como uma das mais eficientes do país, ganhadora de vários prêmios nacionais e internacionais. Hoje é o administrador dos imóveis deixados pela Prosdocimo, em especial a sede da praça Tiradentes e o “Gigantão” na Marechal Floriano.

Comentarios 3

  1. Joel Inácio da silva

    Na época, quando o carro do Emerson em 1976 Chegou na loja do Gigantão, Eu trabalhava como funcionário do Prosdócimo, e estava presente, e dalí o carro foi levado para a loja da praça tira dentes e eu participei do carregamento do mesmo. Ao ouvir o seu áudio sr. Rogério fiquei emocionado e com muitas lembranças.

  2. Dagoberto de Souza

    Trabalhei com o Pedro Rogério no Gigantão, grande praça. Aprendi a jogar Poker com ÊLE e seu primo Sérgio Prosdocimo e o Rolfe Mertens na Colônia de Férias Jaime Armsndo Prosdocimo. Lembro do seu fusca estilizado e envenenado, andava muito. Eu trabalhava com Sr
    Albino Tulesky sobrinho , o gerente era o Carlos Engel, tinha também o Odair Moro, Otto Denker, saudades daqueles bons tempos. Grande abraço Rogério. Você era tão magrinho há 56 anos atrás, quem diria hein?,

    ..

  3. Dagoberto de Souza

    Ai Rogério, Eu fui mais do que funcionário colega, Você foi meu amigo. Lembro de um evento de confraternização na Colônia de Férias em Guaratuba, para ir os interessados tinham que ligar para Você, por ordem de ligação, pois as vagas eram limitadas. Você priorizou o meu telefonema como primeira ligação, para que eu pudesse ir. Quando Você foi promovido, é foi para a Matriz, nós funcionários fizemos uma pequena homenagem, e nos cotizamos para presentea-lo com uma jóia, merecida, diga-se de passagem. Aí, ficou anos ouvindo a telefonista no alto falante: Telefone para o Sr. PACO, telefone para o Sr. INAMÂ…..e outros mais. Eu fui office-boy e depois fui promovido para Caixa geral do Gigantão. Pedi demissão, para um salário superior. Grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *