Luiz Gonzaga da Motta Ribeiro (2009) Direito – Curitiba – Paraná

Luiz Gonzaga nasceu em Curitiba, formou-se em Direito pela UFPR em 1956 e foi trabalhar em Arapongas. Voltou para a capital em 63. É proprietário do Tabelionato 9.º Ofício. Casado desde 1956 com Lucy Motta Ribeiro. Tem três filhos: Luiz Gonzaga Júnior (médico psiquiatra), Paulo Afonso (advogado) e Jussara (tabeliã).
Durante seu mandato, em 1967, como presidente do Atletico Paranaense, o clube enfrentava grande crise financeira e a Baixada foi obrigada a passar por uma grande reforma. O Atlético não pôde mandar seus jogos em casa e por isso precisou atuar em outros campos. O objetivo era saldar as dívidas, resgatar o crédito para direções futuras e cuidar do patrimônio. O futebol foi deixado em segundo plano e o resultado foi o pior possível: o time foi rebaixado em campo para a segunda divisão do Campeonato Paranaense.
Em 1977, Motta Ribeiro assumiu a presidência da Federação Paranaense de Futebol , onde ficou até 1981. Foi dele o projeto da sede da instituição, no Tarumã. De1996 a 2001, o ex-presidente também comandou o Clube Curitibano.

Comentarios 3

  1. Eng. Eduardo José Daros

    Muito boa a entrevista e o esforço de Memórias do Paraná em se manter o passado de nossa cidade e do Estado vivos. Conheço (ou conheci?) o Motta desde a compra que fiz de uma pequena propriedade na Colônia Augusta, em Curitiba, e me vali dos seus serviços de seu tabelionato. Desde os anos finais de 50, até recentemente, sempre me vali de sua simpatia e conhecimentos em decisões relativas a transações imobiliárias que fiz em Curitiba. Desde que deixei de morar nessa Cidade e me afastei com a morte de meu pais, minhas visitas ao Tabelionato se tornaram esporádicas, porém os telefonemas continuavam. Agora, após alguns anos afastado de Curitiba, que necessito de sua ajuda para alguns assuntos ligados a imóveis, pois completei 87 anos e me tornei um estrangeiro em Curitiba.Meus colegas da turma de engenharia de 1955 da UFPR, ou já faleceram, ou estão completamente afastados desse assunto. Tomei conhecimento, hoje, de que a sua filha Jussara perdeu o Tabelionato. Não consegui telefone ou endereço de contato com o Motta; ou de sua filha Jussara, caso ele já tenho falecido, Peço ao entrevistador dessa bela entrevista que ouvi enquanto escrevia este comentário que me ajude a fazer contato ou com o Motta ou sua filha.
    Grato pela ajuda.

  2. Edson Henrique Picco

    Quero registrar meu pesar pelo falecimento deste extraordinário tabelião dotado de extrema competência e seriedade com quem aprendi muito na qualidade de seu funcionário nos anos de 1987 a 1991.

  3. Schirley Teresinha Silvano

    Sinceros sentimentos pela perda, aos amigos e a família, Dona lucy Motta e filhos e netos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *