Roberto Velloso (2016) Direito – Curitiba – Paraná

Roberto Velloso é natural de Curitiba/PR, com formação acadêmica em Direito, pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Formado também em Economia pela Faculdade de Ciências Econômicas do Paraná e em Jornalismo pela Faculdade Católica de Filosofia, Ciências e Letras de Curitiba.
Iniciando suas atividades profissionais, atuou no Governo do Estado do Paraná, na década de 50. No Governo Federal, compôs o quadro de pessoal do Ministério de Educação e Cultura, na década seguinte.
É consultor legislativo aposentado pelo Senado Federal, onde atuou desde 1962.
Em 1970, foi designado pelo Governo do Distrito Federal para exercer a função de Diretor do Departamento de Turismo e Recreação do DF.
Em 1974, foi requisitado pela Caixa Econômica Federal (CEF), passando a assessorar o presidente da Instituição.
Foi também requisitado em 1979 para prestar serviços na Presidência da República, onde assessorou o ministro de estado, Chefe da Secretaria de Comunicação Social (SECOM).
Como um dos mais expressivos e relevantes trabalhos realizados, foi designado para assessorar os trabalhos da Subcomissão do Sistema Eleitoral e Partidos Políticos, e da Comissão de Organização Eleitoral Partidária e Garantias das Instituições, durante a Assembleia Nacional Constituinte, nos anos de 1986 a 1988.
Ingressou na CNC em 1981, como Assessor Parlamentar, cargo que ocupou até 1987, até se tornar Chefe do Departamento de Relações Governamentais.
A partir de 1991, o Departamento de Relações Governamentais foi transformado em duas Assessorias, respectivamente, para assuntos do Legislativo e do Executivo, quanto foi designado Assessor Legislativo junto ao Gabinete da Presidência.
Já em 2008, foi nomeado para exercer o cargo de Chefe da Assessoria junto ao Poder Legislativo – Apel, onde permanece atuando até a presente data.
No ano de 2005, quando foi criado o Comitê Gestor para Afirmação Institucional do Sistema CNC-Sesc-Senac, passou a compô-lo na função de Chefe da Assessoria Legislativa da CNC (Apel).
A “Rede Nacional de Assessorias Legislativas do Comércio de Bens, Serviços e Turismo” – Renalegis, bem como o “Sistema de Informação Parlamentar” – SIP, (esfera federal), e SIP-UF (esferas estaduais e municipal), originalmente concebidos como Projeto 1 do “Plano Estratégico 2007-2020”, foram incorporados como programas permanentes da CNC, em 2011, sob a coordenação da Assessoria junto ao Poder Legislativo – Apel. Em 2015, houve o aperfeiçoamento do Sistema de controle do Legislativo, passando a denominar-se Sistema Renalegis, que permanece sob sua gestão.
Representando a CNC, presidiu o Conselho Fiscal do Sebrae, por três períodos, até 1991, além de participar de diversas missões e representações, a exemplo do Ministério da Fazenda, a partir de 1977; Ministério da Economia, Fazenda e Planejamento e Ministério da Previdência Social, na década de 90, mesma década em que compôs conselhos, câmaras e comitês também do Ministério do Trabalho e Ministério da Indústria, Comércio e Turismo.
É credenciado como representante da CNC na Câmara dos Deputados, desde 1983 e no Senado Federal, desde 1987.
Também exerceu representação na CNI; Ministério das Relações Exteriores; Ministério da Agricultura; Organização Internacional do Trabalho – OIT; Ministério do Planejamento; Conselho Nacional de Seguridade Social; Presidência da República, Ministério dos Transportes, Ministério da Justiça, Ministério de Minas e Energia, dentre outros órgãos.
Atualmente, representa a CNC no Conselho Fiscal do Sebrae.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *