Pedro Stenghel Guimarães (2009) Turfe – Curitiba – Paraná

“-Pedro não faz mais nada, só espera prestar contas ao criador, pois já viveu o suficiente!” (confessou aos 93 anos)
Nascido em 16 de maio de 1917, em Curitiba, iniciou sua vida jornalística aos 16 anos, como revisor ajudante no jornal “Correio do Paraná”, de propriedade de Adherbal G. Stresser.
Fez o primário na escola de “Dona Benta”, o secundário no Liceu Rio Branco e vestibular de Direito na UFPR, curso concluído em 1937, com apenas 20 anos. Antes, em 1934, foi cronista de turfe no “Diário da Tarde”, do Hildebrando de Araujo.
Em 1938, foi nomeado pelo interventor Manoel Ribas, para reger a cadeira da História da Civilização no ginásio José Bonifácio de Paranaguá, onde passou a morar.
Foi também radialista, pela Rádio Clube Paranaense e se tornou famoso como cronista esportivo, em especial, assinando a coluna “Do meu Degrau das Gerais”, inicialmente no jornal “O Estado do Paraná”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *