Julieta Maria Braga Côrtes Fialho dos Reis (2018) Administração – Curitiba – Paraná

A vereadora curitibana JULIETA REIS é filha de João Antônio Braga Côrtes e Esther Salomon Braga Côrtes, sendo seu nome completo Julieta Maria Braga Côrtes Fialho dos Reis, de tradicional família de políticos no Estado do Paraná, onde desde cedo, principalmente no seio familiar desenvolveu o gosto pela política e pelo interesse nos assuntos da comunidade e dos menos favorecidos, pois seu pai, político de escol, foi Deputado Estadual largamente conhecido em nosso Estado na década de 60, e seu primo Ney Braga foi Ministro de Estado e Governador do Estado do Paraná por duas vezes.
Cursou o Grupo Escolar Professor Cleto em Curitiba (primário);
Colégio Estadual Nilo Cairo em Apucarana e Colégio Nossa Senhora da Sion, em Curitiba, lá concluindo o curso ginasial e colegial onde formou-se com louvor e distinção.

Após, no âmbito universitário no período de 1966/70 formou-se no Curso Superior de Pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná onde foi inclusive oradora da turma. Formou igualmente no curso de Didática do Desenho da Universidade Católica do Paraná.
Nesta época (1970) organizou juntamente com seu Diretório Acadêmico uma Semana de Arte Moderna, realizada na própria Universidade Católica.
Exerceu simultaneamente intensa atividade estudantil junto ao Diretório Acadêmico de sua Faculdade, onde sempre foi uma expressiva liderança, inclusive nos debates que discutiam a política estudantil na época e a conveniência de se organizarem politicamente.
Fez parte da equipe do ex-Prefeito de 1973 à 76 e de 1989 à 92 e do ex-Prefeito Rafael Greca de 1992 à 1995.
Ademais,neste período participou dos seguintes cursos, eventos e estágios:

1957 à 1967 Curso particular de piano
Professora Hide Sadamatsu e Renée Devraine Frank
Curitiba Paraná

1966 Curso “Arte no Século XX”.
Professor José Roberto Teixeira Leite
Curitiba – Promoção SEC

1967 Curso “Técnicas de Artes Plásticas”
Professores Jurema Della Giacoma e Roaldo Roda
Curitiba – Promoção UFPR

1968 Curso “Introdução à História da Música”
Professor Cláudio Alfredo D’Almeida
Promoção UFPR

1968 Curso de Gravura em Metal
Professor Fernando Calderari
Curitiba – Promoção UFPR / MEC

1969 Promoção e participação no I Encontro de Arte Moderna realizado pelo Diretório Acadêmico Guido Viaro da Escola
de Música e Belas Artes do Paraná, com palestras dos Professores João Salgueiro e Bruno Tausz.

1970 Participação na organização de uma “Semana de Arte” realizada na Faculdade Católica do Paraná.

1970 Participação na Mostra “Olimpíadas do Exército”.

1971 Curso / Estágio no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) “Técnica, Linguagem e História das Artes Plásticas (Agosto à Dezembro de 1971).
Setores:
História da Arte – Professor Frederico Moraes
Desenho – Professor Aluísio Carvão
Pintura – Professor Sérgio Campos Melo
Gravura em Metal – Professor José Assumpção Souza
Escultura – Professor Maurício Salgueiro
Integração – Professora Ana Bella Geiger
Crítica – Professor Ivam Serpa

1971 Elaboração de Regulamento para posterior Decreto de criação das Feiras de Artesanato de Curitiba (Feira Popular de Curitiba – Praça Zacarias e Feira de Arte e Artesanato de Curitiba – Largo da Ordem), com formação de uma Comissão Especial para colaborar na elaboração do mesmo;

Proposta de criação de um “Mercado Popular”, com Regulamento próprio, para funcionar anexo à Feira de Arte e Artesanato, para venda de objetos usados e para efetivar um mercado de trocas de objetivos usados;

Elaboração e execução do Projeto inicial de “Pintura Infantil da Rua XV”, como proposta de lazer infantil a ser desenvolvido pela Prefeitura;

Organização de exposições de Arte na Prefeitura de Curitiba.
1971 Funcionária da Prefeitura Municipal de Curitiba -Departamento de Relações Públicas e Promoções.
Funções: Coordenadora das Feiras de Artesanato de Curitiba.Coordenadora das Pinturas Infantis de Tapumes. Coordenadora de Artes Plásticas.

1971 Na seara profissional, entrou em 1971 nos quadros da Prefeitura Municipal de Curitiba aonde nesta época iniciou trabalho pioneiro em nossa Cidade, onde organizou o regulamento da chamada “Feirinha Hippie“ no Largo da Ordem, marco turístico de nossa capital onde foi idealizadora. Este evento com o passar dos anos transformou-se num expressivo polo da economia informal de Curitiba, onde através de Julieta Reis, parcela da população conseguiu um meio de sobrevivência, através da Arte e da Criatividade.
Demais disso, na Prefeitura Municipal participou ainda dos seguintes Projetos:

“Concurso de Decoração Carnavalesca de Clubes” com elaboração de Regulamento e colaboração na organização de Comissão Julgadora e Premiação;

Coordenação de Cursos Especiais do Dep. de Relações Públicas da Prefeitura de Curitiba;

Coordenação de exposições no Teatro Paiol’;

Coordenação de Projeto “Murais na Cidade”, com o objetivo de com a colaboração de estudantes e professores de Arte em muros e paredões, para desenvolvimento projetos artísticos na cidade, “Arte na Cidade”.

1972 Curso “Aperfeiçoamento para Professores de Arte”
Professores: Maria de Lourdes Novaes
Lígia Machado Bortholo
Frederico Moraes

1973 Curso “História da Cerâmica”
Professor Júlio Alvar

1973 Curso “Ver e Ouvir”
Professora Geni Marcondes

1973 Participação na Mostra “Artistas Paranaenses na Feira das Bandeiras”.

1973 À disposição da recém criada Fundação Cultural de Curitiba, desenvolvendo as funções de:

Coordenadora das Feiras de Artesanato;

Coordenadora da “Pintura Infantil da Rua XV”;

Coordenadora de “Pintura Infantil de Tapumes”, com crianças de todas as escolas públicas e articulares de Curitiba; inclusive orfanatos;

Coordenadora de Exposições;

Responsável pelo funcionamento inicial do “Bonde da Rua XV”, com projeto de atividades na área de lazer orientado, através das artes plásticas.

Participação como membro da “Comissão de Criação” do Centro de Criatividade de Curitiba, com proposta conjunta de funcionamento a ser implantado no Parque São Lourenço e inaugurado em 26.11.1973, destinado à criação no âmbito artístico.

1974 Curso “História de Curitiba”
Professores Ruy C. Wachowski

1974 Curso “Arte e Criatividade”
Professor Tom Hudson
(da Universidade de Cardiff – Inglaterra)
1974 Designada Assessora Executiva do Centro de Criatividade de Curitiba, acumulando a função de Coordenadora das Feiras de Artesanato de Curitiba;

1975 Curso “Iniciação às Artes Plásticas”
Professor Roberto Roberto Pontual
Teatro do Paiol – Curitiba

1975-76 Coordenadora Interina do Centro de Criatividade de Curitiba;

1978 Participação nos debates paralelos da I Mostra de Gravura Cidade de Curitiba Centro de Criatividade de Curitiba
Participantes: Carlos Scliar
Anna Letycia
Danúbio Gonçalves
Orlando da Silva
Rubens Gershmann

1979 Viagem Cultural à Europa – Equipe do Centro de Criatividade de Curitiba.
Visita aos principais museus e centro culturais de Portugal,
Espanha, França, Itália e Inglaterra.

“Concurso de Decoração Carvanalesca de Clubes” com elaboração de Regulamento e colaboração na organização de Comissão Julgadora e Premiação;

Coordenação de Cursos Especiais do Dep. de Relações Públicas da Prefeitura de Curitiba;

Coordenação de exposições no Teatro Paiol;

Coordenação de Projeto “Murais na Cidade”, com o objetivo de com a colaboração de estudantes e professores de Arte em mutos e paredões, para desenvolvimento de projetos artísticos na cidade, “Arte na Cidade”.
1979-80 Retorna à sede da Fundação Cultural de Curitiba, ainda como Coordenadora das Feiras de Artesanato, para desenvolver Projeto de criação da “Casa do Artesanato”, como o objetivo de reunir para exposição e venda permanente num só local, toda a produção de artesanato e arte popular da região metropolitana de Curitiba;

1980 Proposta de criação da “Associação de Artesãos da Região Metropolitana de Curitiba” com sede na Casa do Artesanato, sendo sócia fundadora da mesma;

1980 Pesquisa da “História do Vime em Santa Felicidade” texto
editado pela Fundação Cultural de Curitiba em comemoração ao Centenário Cultural da Imigração Italiana na Cidade de Curitiba (Bairro de Santa Felicidade).

1982 Proposta de criação do “Café Caseiro” anexo à “Casa do Artesanato” com finalidade de propiciar a divulgação e a venda daqueles que fazem arte culinária caseira característica da cidade (como bolachas, geléias, sucos, temperos, licores, batidas, chás, etc.);

1984 Trabalhou na Livraria Dario Vellozo, da Fundação Cultural de Curitiba, onde colaborou em projeto “Manhãs de Autógrafos” de autores paranaenses em especial e também autores brasileiros em geral; projeto este na área de Literatura;

Colaborou com a FUNARTE – Fundação Nacional de Arte –

Seção Paraná, no Projeto “Sala do Artista Popular” do Instituto Nacional de Folclore com pesquisa e organização da exposição do trabalho de LAFAETE ROCHA, primeiro artista popular a expor nesse Projeto, folheto editado pela FUNARTE;

Realiza pesquisa e organização da exposição do artista popular LAURENTINO ROSA DOS SANTOS, um dos mais representativos artistas de Curitiba; folheto editado pela FUNARTE;

Pesquisa e colaboração na montagem da exposição, no mesmo Projeto “Sala do Artista Popular” do trabalho de 03 artistas da lata reaproveitada (reciclagem): MANOEL COELHO, o “Homem das formas”, JOÃO MARIA EROSA (DUDA), que faz “carrinho de lata”; SEBASTIÃO
???????? Organização da exposição do trabalho de SENHORINHA ROMÃO DA COSTA – Ceramista (Rio dos Medeiros – Paranaguá – PR) na Sala do Artista Popular” da FUNARTE Curitiba.

1987 Apresentação do catálogo de ANTÔNIO PEREIRA DOS SANTOS, “o passarinheiro” na exposição do Museu Guido Viaro – de 13.10 à 03.11.87.

1988 Curso de Museologia – Extensão Universitária o UFPR.

1988 À disposição do Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC) onde exerceu a função de Assessora Técnica e representante dos funcionários no Conselho Consultivo do referido Museu.

1989 Coordenadora de Artes Plásticas e Artesanato da Fundação Cultural de Curitiba.

1990 Coordenadora de Arte Popular e Artesanato da Fundação Cultural de Curitiba.

1993 Diretoria de Artesanato e Micro Empresa; da Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo de Curitiba.

1994 Desenvolveu Projeto para Comercialização da produção artesanal do Municipal de Curitiba Projeto “Fazer Curitiba”.

1995 Lidera grupo de artesão e microprodutores de Curitiba num universo médio de 900 (novecentas) famílias que vivem exclusivamente do seu trabalho.

Coordenou a transferência do Setor de Artesanato da Fundação Cultural de Curitiba para a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo de Curitiba numa clara demonstração que o Executivo Municipal direcionava para uma nova Política: a de transformação de artesãos em pequenos produtores e micro empresários, proporcionando apoio e treinamento.

Desenvolveu proposta para convênio entra a Prefeitura de Curitiba e o SEBRAE/PR (Serviço de Apoio ao Pequeno Empresário) realizando cursos para grupos de artesãos de “Iniciação e Capacitação Empresarial” e também “gerenciamento”.

Acompanha Projetos de “Micro-Polos Regionais” de desenvolvimento na área de apoio à livre iniciativa, com levantamento da produção de pequena escala no Município de Curitiba e Região Metropolitana.

Participa da Comissão de Urbanismo que trata do Comércio Ambulante do Município;

Realiza cursos de Aperfeiçoamento Técnico na área do Design de Produtos e Técnicas Artesanais.

1996 ELEITA VEREADORA da Cidade de Curitiba com slogan “Batalha por quem Trabalha” e com as seguintes propostas e objetivos:

A ARTE E A CRIATIVIDADE DIRECIONADAS AO OFÍCIO
UM CAMINHO DE DESENVOLVIMENTO

– A Arte vira trabalho pelo apoio à livre iniciativa.
– Emprego e renda, a resposta prática do talento bem usado.
– Independência Econômica para famílias de baixa renda.
– Orientação e encaminhamento: um trabalho direcionado.
– Capacitação Gerencial e Design: o caminho para o 3º Milênio.
– Tributos diferenciados para o pequeno Empreendedor: geração de emprego.
– Artistas curitibanos com espaço para trabalhar.
– Dignidade para o idoso, uma questão de saúde mental: Lei de Reserva de Mercado com 20% do espaço em Feiras.
– Incentivo à criação de cooperativas de trabalho e de micro unidades de produção – o artesanato organizado.
– Abertura de Mercado: Curitiba Capital do Mercosul.
– Criatividade: meio para alternativas de emprego e aumento da renda familiar através da originalidade na concorrência de um mundo globalizado.

1999 Participou da I Conferência das Cidades, promovida pela Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior da Câmara dos Deputados em Brasília, na qual foi uma das representantes de Curitiba

2006 Participou da VII Mision Técnica Internacional sobre Desarrollo Local, Administración Municipal y Gestión Pública promovida pela OEA – Organização dos Estados Americanos. Julieta Reis, vereadora, sempre primou em privilegiar políticas de desenvolvimento auto sustentado, que levem em consideração uma distribuição de renda mais proporcional e justa, valorizando o ser humano em todas as suas formas de expressão, com potencialidades criativas – artísticas e culturais orientadas para o trabalho.

São os objetivos da Vereadora
Julieta Reis

J U L I E T A R E I S

JULIETA MARIA BRAGA CÔRTES FIALHO DOS REIS:
Curitibana formada pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, em Artes Plásticas.
É casada e mãe de três filhos, Rodrigo, Tatiana e Roberto.
Funcionária da Fundação Cultural de Curitiba desde a sua criação em 1973.
De 1993 a 1996 foi Diretora de Artesanato na Secretaria Municipal da Indústria Comércio e Turismo.
Tem vasto aperfeiçoamento com cursos na Área Artística, Museologia, Educação, Artesanato e Administração Pública.
Fez parte da equipe do ex-Prefeito Jaime Lerner, que implantou as Feiras de Artesanato , o Centro de Criatividade, o Bondinho da Rua das Flores, a Pintura Infantil da Rua XV e a Casa do Artesanato.
Há mais de vinte anos lidera o grupo de artesãos e microprodutores, hoje parte da economia informal de Curitiba.
Na gestão do Prefeito Rafael Greca coordenou a transferência do Artesanato, da Fundação Cultural para a Secretaria Municipal da Indústria Comércio e Turismo, com a intenção de transformar artesãos em micro e médio empresários.
Administrou seis Feiras de Artesanato em toda a Cidade, as quais são freqüentadas por mais de 50.000 pessoas e turistas em geral.
Acompanha projetos de Micro-Polos Regionais de desenvolvimento que estão sendo desenvolvidos na área de apoio à livre iniciativa, com levantamento da produção de pequena escala no Município de Curitiba e Região Metropolitana, apoiando o treinamento gerencial e a comercialização da produção artesanal da Cidade.
Participa da Comissão de Urbanismo do Município, juntamento com mais quatro vereadores, que deverá reavaliar amplamente o zoneamento de Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *