Jonatas Reichert (2016) Medicina – Curitiba – Paraná

Sou curitibano, nascido em 22 de janeiro de 1950, filho de João Reichert Filho e Irena Reichert. Avós paternos: João Reichert, natural de Graz (Áustria) e Josephine Surjus  de Perpignan (França). Os maternos foram: Felix Zetzsche  natural de Altenburg (Alemanha) e Anna Renatha Bekendorf natural de Curitiba (PR), neta de alemães. Tenho uma irmã, Jocelen Reichert (bióloga).

Sou casado com Eliane Regina Marquart Reichert, professora de Música (piano), minhas filhas: Patrícia e Adriane. Patrícia Reichert Ignácio jornalista (Departamento de Comunicação do Hospital Pequeno Príncipe) casada com Geison Ignácio (empresário) e filhas, minhas netas, Júlia Reichert Ignácio e Isabella Ignácio. Adriane Reichert Faria médica dermatologista, professora de Dermatologia e Farmacologia na PUC / PR, casada com Fábio Emanuel Faria, bacharel em Ciências Contábeis (atualmente Head das áreas comercial e de crédito de um fundo de investimentos) e filhos, meus netos, Arthur Reichert Faria e Matheus Reichert Faria.

Meus locais de estudos, do ensino básico até a formação acadêmica, foram: 1957-1960: Curso Primário – Escola Primária Adventista (Curitiba/PR);1961 – 1964: Curso Ginasial – Instituto Adventista Paranaense (Curitiba/PR)1965 – 1967: Curso Científico Instituto Adventista de Ensino (São Paulo/SP).

Nesta fase, os estudos foram direcionados para a área biológica, atuando como aluno monitor da turma e responsável pelo museu de biologia e organizador do acervo.

1968: Curso Pré-Vestibular para Medicina Curso Bardhal (Curitiba/PR).

1968: Aprovado nos exames do vestibular para medicina da Universidade Federal do Paraná em 32º lugar entre 1.200 candidatos.

1969 a 1974: Cursei medicina na UFPR, iniciando no prédio histórico e a partir do 3º ano com atividades teórico-práticas no Hospital de Clínicas.

1972, aprovado no concurso  para “Acadêmico Interno” do Hospital Nossa Senhora das Graças, curso considerado na época de excelência entre

todos os hospitais do Paraná, ministrado por professores de renome.

Nesta época, algumas diisciplinas médicas estavam iniciando o Programa de Pós-Graduação, nível Mestrado. A direção médica do HNSG

era exercida pelo competente profissional médico Ivan Beira Fontoura, posteriormente nomeado Secretário Estadual da Saúde. O curso para

Acadêmico Interno era administrada por médicos que fizeram, como outros tantos, a história da medicina paranaense a exemplo dos professores Lysandro Santos Lima (Clínica Médica), Wadir Ruppulo (Clínica Médica), Regines  Prochmann (Clínica Médica), Giocondo Villanova Artigas (Clínica Cirúrgica), Euripides Ferreira(hematooncologista, pioneiro no Transplante de Medula Óssea no Paraná), Roaldo Amundsen Köeller (Clínica Radiológica), Calixto Antonio Hakin Neto   (Cirurgia Oncológica), Elias Abrão (Cirurgia Vascular), Mauri Piazza (Ginecologia e Obstetrícia), Bruno Maurizio Grillo (Ginecologia e Obstetrícia), Adyr Soares Mulinari (Nefrologia), Augusto Laffitte (Nefrologia), Leo Choma (Pneumologia), Roberto Pirajá Moritz de Araújo (Pneumologia), Rubens Jansen de Sá

(Pneumologista), Donard Augusto Bendhack (Urologia), Affonso Antoniuk (Neurocirurgia).

1974 – Formatura Medicina – UFPR. 1975 /1976 – exerci atividades de assistente do Prof.     Giocondo Villanova Artigas na Clínica Cirúrgica do Hospital Nossa Senhora das Graças já integrante do “staff” da instituição.

1976/1977 – Cursei Residência Médica no programa de Pós Graduação da PUC / RJ no Serviço de Cirurgia Torácica e Cardiovascular do Hospital da Beneficência Portuguesa (RJ), coordenado pelo renomado cirurgião torácico Prof. Jesse Pandolpho Teixeira de alto prestígio internacional.

1977/1978 – Residência Médica em Cirurgia Torácica e na Clínica de Tisiologia do Hospital Raphael de Paula Souza (HRPS/Ministério da Saúde) – Jacarepaguá / RJ, coordenado pelo cirurgião Prof. Haroldo  Voigt Meier.

1978 – coordenador substituto temporário da Clínica Cirúrgica do HRPS/MS, do titular Prof. Haroldo Voigt Meyer.1979 – Início das atividades médicas no Serviço Social da Industria (SESI) exercendo a Pneumologia e Medicina do Trabalho.1980 – Início das atividades  como cirurgião torácico no Hospital Nossa Senhora das Graças (Curitiba/PR) até 1995, quando passei a exercer exclusivamente a  Pneumologia Clínica.

1981 – Nomeado pela Fundação Caetano Munhoz da Rocha (SecretariaEstadual da Saúde do Paraná) para exercer o cargo de Cirurgião Torácico do Sanatório Médico Cirúrgico do Portão (SMCP).

1988 – Título de Especialista em Pneumologia pela Associação Médica Brasileira (SP) e Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia  (DF), Título de Especialista em Cirurgia Torácica (Conselho Federal de Medicina (DF) e Medicina do Trabalho (Associação Médica Brasileira (DF).

1995 – O   SMCP passou por reformas administrativas e transformado em hospital geral e denominado “Hospital do Trabalhador”, Atuei como clínico  pneumologista até março de 2010 quando fui transferido para a sede da SESA para exercer trabalhos administrativos como médico pneumologista atuando especificamente no Programa de Controle do Tabagismo”.

2004/2006 – eleito Presidente da Sociedade Paranaense de Tisiologia e Doenças Torácicas (SPTDT) após atuar em diversos cargos de diretoria durante doze anos.

2006/2008 – eleito coordenador nacional da Comissão Científica sobre Tabagismo pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT / DF). Várias pesquisas científicas foram realizadas e publicadas neste Biênio. Destaco a elaboração  das “Diretrizes para a Cessação do Tabagismo” por equipe de 27 médicos pesquisadores na área representantes de vários estados brasileiros, a qual foi publicada na revista da SBPT em outubro de 2008, editada em português, espanhol e inglês, disponibilizada para as principais bibliotecas universitárias estrangeiras. Domínios internacionais  de bancos de dados comunicam periódicamente as consultas internacionais deste “documento”, referente ao número de leituras e citações, como importante banco de dados em saúde até hoje (dez anos). Durante os cinco primeiros anos constava na lista “Ten Top” e em 1º lugar.

2009 – Co-autor das diretrizes sobre tabagismo com destaque  ao tratamento farmacológico com evidências científicas consistentes, publicada com o título “Primeiras Diretrizes Clínicas na Saúde Suplementar” organizada pela ANS, AMB e CFM.

2010 – Eleito presidente da Associação Paranaense Contra o Fumo (APCF) fundada em 1981 para oferecer apoio ao Programa Estadual de Combate ao Tabagismo – pioneiro exemplar no país. Ela atua como apoiadora dos eventos estaduais na área.

2015 –  Autor do livro sobre a história do controle do tabagismo no Paraná lançado na Secretaria Estadual da Saúde (SESA) e na Associação Médica do Paraná (AMP): “35 Anos de História da Luta Contra o Tabagismo no Paraná” – [Memória], distruibuído para os profissionais das Regionais de Saúde do Estado, com “depósito legal”  na Biblioteca Pública do Paraná, Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, Biblioteca do Congresso Nacional de Washington (USA e Biblioteca Nacional de Medicina (NML/Bethesda), Washingto (USA), Andrews University – Berrien Springs, Michigan (USA), Universidade de Puigari (Entre Rios, Argentina), Centro Educacional Adventista do Cairo (Egito, Prof. Cleyton Feitosa), Israel(Jerusalém, Prof. Leo Krüger).A divulgação teve como objetivo a educação e conhecimento da importante história fatos pioneiros em saúde ocorridos no Brasil, com destaque ao Paraná com potencial para inspirar outro grupos no país e fora dele, a aderir à esta luta.

A divulgação teve como objetivo a educação e conhecimento da importante história fatos pioneiros em saúde ocorridos no Brasil, com destaque ao Paraná com potencial para inspirar outros grupos no país e fora dele, a aderir a esta luta.

2016 – A convite da SBPT fui conferencista nacional no XXXVIII Congresso Brasileiro de Pneumologia e Tisiologia – IX Congresso Luso-Brasileiro de Pneumologia – XIV Congresso Brasileiro de Endoscopia Respiratória / outubro 2016 – RJ / Centro de Convenções  Riocentro, abordando o tema: “Tabagismo Passivo – e suas consequências”.

2017- Publicado na Revista Médica do Paraná (Órgão Oficial da AMP fundada em 1932) o tema de minha autoria:  “Tabagismo –  implicações genéticas em gerações” , importante tema ainda ignorado por uma parcela significativa da população em geral e de profissionais da saúde. Continuo a pesquisa sobre o tema através de revisões sistemáticas da literatura médica internacional a ser divulgada em breve,

Durante a minha carreira profissional participei como médico palestrante em vários eventos: congressos nacionais (pneumologia), dei entrevistas em radios, TVs e jornais para esclarecimentos em saúde estimulando estilo de vida saudável e melhor qualidade de vida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *