Antonio Romão Montes (2016) Administração – Lapa – Paraná

Tenho 75 anos, administrador e economista, filho de Pedro Montes e de Silvia dos Santos Lima Montes, neto de Romão Montes e Maria Rosa Moreira Montes e bisneto de Juan Montes e Dolores Morentes Castilho Montes. Imigrantes vindos para o Brasil de um Pueblo denominado Vélez de Benaudalla, município da Espanha na província de Granada comunidade autônoma de Andaluzia. Desembarcaram no Porto de Paranaguá, seguiram para a legendária cidade da Lapa também no Estado do Paraná, para trabalhar na construção da Estrada de Ferro Rede de Viação Paraná-Santa Catarina.

Meus pais Pedro e Silvia, ele descendente de espanhóis e ela de portugueses, casaram-se na Lapa. Eu nasci em 05 de março de 1943, tive a infância e juventude desfrutados nesta cidade, estudei no Colégio São José e posteriormente no Colégio Estadual Manoel Pedro dos Santos Lima, belíssima homenagem concedida à família Santos Lima.

São muitas as lembranças que tenho. Férias usufruídas, ora no sítio de minha avó materna Benvinda Rodrigues dos Santos Lima com meus primos, ora em Ponta Grossa com os parentes Montes e Marochi. Na Lapa por sua vez, além dos colegas da época, os amigos Caetano da Rocha Braga e Antonio Lacerda Braga Neto (Tota), para compartilhar desta amizade.

Viemos para Curitiba em 1958. Enquanto cursava o ginásio no Colégio Estadual do Paraná, por indicação de José Alzamora Neto, ingressei no Banco da Lavoura de Minas Gerais na função de contínuo administrativo. Neste período cursei na Escola Técnica de Comércio anexa a Faculdade de Direito da UFPR o curso de Técnico em Contabilidade. No ano de 1963 iniciei o curso de Ciências Econômicas na Faculdade de Administração e Economia – FAE.

Em 1964, finalizei o curso de Infantaria no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva – CPOR. Destaque para o ano de 1966, pois obtive aprovação no concurso da Companhia Paranaense de Energia Elétrica – COPEL, iniciando minhas atividades neste mesmo ano, permanecendo até 1983. Ainda em atividade na COPEL, finalizei o curso de Administração de Empresas também na Faculdade de Administração e Economia – FAE  em 1973.

Em 1966, fato importante foi o meu casamento com Lourdes Maria Montes, cujo nome de solteira era Lourdes Maria de Souza, após quatro anos de namoro e noivado. Desta união tivemos quatro filhos, Silmara Montes, Silvana Montes, Sandra Montes Aymoré e Sérgio Romão Montes; cinco netos, Felipe Montes Réa, Pedro Montes Réa, Bernardo Montes Aymoré, Guilherme Montes Aymoré e Leonardo Valente Montes. No mês de julho deste ano, faremos 53 anos de casados.

Minha esposa carinhosamente chamada de Lurdinha, é pedagoga, trabalhou no Governo do Estado do Paraná, departamento de Educação Especial, exerceu brilhantemente o magistério. Empresária há vinte e sete anos, proprietária da loja Montes de Toques e Retoques. Companheira de todas as horas completa 73 anos de idade no mês de setembro.

Silmara Montes, 51 anos, é advogada e professora de Educação Física. Pós graduada em Gestão de Direito Empresarial pela FAE e Mestre em Psicologia Forense pela UTP. Em sua infância foi campeã de natação pelo Clube do Golfinho, ministrou aulas de natação na Praça Osvaldo Cruz e também no Clube Curitibano. É proprietária e professora de ginástica da Academia AM3 por 20 anos.

Silvana Montes, 50 anos, é pedagoga, exerceu o magistério no Colégio Sion por um longo período e atualmente gerencia a loja  Montes de Toques e Retoques ao lado de sua mãe.

Sandra Montes Aymoré, 47 anos, é economista, com Pós Graduação em Marketing pela FAE, MBA em Marketing pela ESPM e especialização em Harvard. Atualmente é diretora de Marketing da OLX, plataforma de compra e venda e mora em São Paulo.

Sérgio Romão Montes, 41 anos, é diretor de Arte e especialista em design e propaganda.

Minha trajetória profissional na Companhia Paranaense de Energia Elétrica – COPEL, onde iniciei como auxiliar administrativo, fui chefe da divisão financeira, departamento financeiro, departamento administrativo de Foz do Areia, diretor financeiro da Fundação Copel de Previdência e Assistência Social, Superintendente Administrativo e Presidente do Conselho de Curadores da mesma Fundação, se encerrou em 1983. Na ocasião apoiamos o General Ney Aminthas de Barros Braga para o Governo do Estado do Paraná, mas o mesmo não se elegeu.

Em 1985 ,fui convidado pelo então Ministro Ney Braga, para exercer a função de Vice-superintendente de Recursos Humanos da ITAIPU BINACIONAL. Em 1986 ,fiz parte da constituição da atual FUNDAÇÃO ITAIPU – FIBRA, orgulho dos funcionários brasileiros e paraguaios. Neste mesmo ano exerci cumulativamente o cargo de primeiro Presidente do Conselho de Curadores da FIBRA.

Ao me aposentar pela FIBRA ,logo após fui indicado pela COPEL para atuar no Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento – LACTEC, permanecendo nesta empresa por dois anos. Em 2003, fui convidado pelo então Presidente do CLUBE CURITIBANO Jackson Pitombo Cavalcante Filho, para exercer a função de Diretor Administrativo. Na gestão seguinte ,pelo Presidente Manoel Diniz Neto a função de Diretor Financeiro e por fim em 2010 na gestão do Presidente Heitor Dantas Filho a função de Diretor Administrativo novamente.

No Conselho Regional de Administração – CRA, por mais de 20 anos atuei como Diretor Administrativo Financeiro, e juntamente com amigos, Gilberto Griebeler, Amilcar Pacheco dos Santos, Sergio Lobo e muitos outros, colaboramos como Conselheiros. Por intermédio de seus Presidentes fui indicado a exercer o cargo de Vogal da Junta Comercial do Paraná – JUCEPAR.

Em 2011, assumi o cargo de Vice-presidente e Ouvidor da JUCEPAR, gestão do Presidente Ardisson Naim Akel. Na gestão de 2015, ocupei o cargo de Vogal. Na atual gestão 2019, novamente o cargo de Vogal juntamente com Marcos Sebastião Rigoni de Mello, Sebastião Motta, Presidente e Vice-presidente respectivamente e os diretores Leandro Marcos Raysel Biscaia e Marcus Vinicius Tadeu Pereira.

          Sou sócio da Associação Comercial do Paraná – ACP, sendo Glaucio José Geara Presidente da atual gestão. Sou membro do Conselho Superior do Movimento Pró-Paraná, tendo Marcos Domakoski como atual Presidente. Sou membro também do Instituto Democracia e Liberdade – IDL representado por Edson José Ramon e João Elísio Ferraz de Campos.

Ao longo dos anos participei de diversos grupos, este chamado de ‘Amigos do Futebol’. Funcionários da COPEL e ITAIPU BINACIONAL, amizades nutridas até hoje. Encontros marcantes nas chácaras de Nilson Zattoni e Antonio Carlos Romanoski, queridos compadres. Atualmente na chácara do Marcio Schwab, nos proporcionando bons momentos de confraternização.

Coordenado por Ney Geraldo Braga, encontro agradável que se realiza na última quinta-feira do mês, os ‘Amigos do Ney Braga’. Participam: Antonio Braga, Fabiano Braga Côrtes, Luiz Felipe Braga Côrtes, Caetano da Rocha Braga, Antonio Lacerda Braga Neto (Tota), Vilson Deconto, Aristides Cordeiro, Ivo Simas Moreira, Fabio de Souza e muitos outros.

Por sua vez, os simplesmente denominados ‘Amigos’, onde nos reunimos de forma descontraída duas vezes ao mês.  Gilberto Griebeler, Vilson Deconto, Antonio Carlos Romanoski, Luiz Benedito Xavier da Silva, Jair Capristo, Amassir Pansolin, Demetrios Lambros, Nelson Carlos Cavichiolo, Ivo Simas Moreira, Ronald Correa, João Carlos de Souza Lambach, Luiz Eduardo Veiga Lopes, Gilberto Oiti Oliveira, Lincoln Thiago Isahias Tarquinio, Valmor Zimermann, Domingos Caporrino, Caetano da Rocha Braga, Eduardo Vieira de Souza Barbosa e Manoel Diniz Neto. Profunda saudade dos amigos queridos: Julio Raphael Gomel, Juarez Zaleski, Ronald Thadeu Ravedutti, Fausto Lacerda, Mário Coelho Jr. e Hugo Albuquerque Barreto.

Relembro fato acontecido em 2011 ao ser submetido a uma cirurgia cardíaca. Meu agradecimento aos médicos Dra. Rosangela Roginski Réa, Dr. Álvaro Réa Neto, Dr. Francisco Diniz Affonso da Costa e Dr. José Antonio da Silva. Também aos meus filhos, pois realizaram o que chamo de ‘jantar surpresa’ somente para meus amigos no Clube Curitibano, com a presença de 120 pessoas aproximadamente, na comemoração dos meus setenta anos. Inesquecível!

Agradeço minha querida e falecida mãe Silvia. Por todo o seu carinho, me tornei uma boa pessoa. Por todo o seu esforço,  apesar da origem simples, me tornei uma pessoa realizada.

Agradeço também minha amada esposa Lurdinha. Por todo o seu amor, estando sempre ao meu lado. Por toda a sua dedicação, construímos uma bela família.

Aos meus filhos, Silmara, Silvana, Sandra e Sérgio, minha admiração. Aos meus netos, Felipe, Pedro, Bernardo, Guilherme e Leonardo, todo o meu amor.

Eu me sinto vencedor! Muito Obrigado.

Comentarios 9

  1. David Montes

    Meu caro primo Antonio Romão: Sua atuação nos meios empresariais, econômicos e financeiros demonstra sua dedicação ao trabalho responsável e competente. Você é um dos orgulhos de nossa família. Ainda, constituiu um família maravilhosa com esposa , filhos e netos. Parabens a todos.

  2. AGUILAR BORSATO SILVA

    Meu caro Romão, como carinhosamente sei que os amigos o chamam, sua trajetória é um exemplo para todos que a assistem. Os valores sempre preservados, as amizades adquiridas, o exemplo da família mostram apenas um pouco de sua relevância para a sociedade Paranaense, pois sabemos que existe muito mais.
    Parabéns.

  3. Luiz Benedito Xavier da Silva

    Valeu Romao,vida repleta de sucessos profissionais ,familiares amizades . Orgulho de vc., pelo que és.Abco, Bene.

  4. César Aymoré Filho

    Querido Romão e Querido Sogro! Tenho um imenso orgulho de conviver com você todos esses anos. Exemplo de integridade, dedicação à família e, sempre, dedicação irrepreensível ao trabalho e a seus compromissos. Aprendi a admirá-lo através de sua filha, mas meu respeito por você hoje é o mesmo que de todos da família e seus amigos. Ainda estou para conhecer alguém que fale mal de você ou critique sua atuação profissional, sempre tão dedicada. Já percebemos nos meninos esse amor gigante pelo avô. Parabéns pelo reconhecimento. Aqui ” somos todos Romão”!! Um grande abraço. César.

  5. Moacir Abbá de Souza

    Caro amigo Romão, realmente você é um exemplo de dedicação e competência no que faz.
    Quem tem oportunidade de conviver contigo também na pelada esportiva, pode admirar o seu futebol arte, ainda repleto de belos lances.

    Abraços.
    Moacir Abbá

  6. Luiz A. M. Salomon

    Amigo e colega
    Parabéns
    Sabemos do que é capaz, e de suas responsabilidades no trato em que vc desempenhou .
    Isso é para poucos.
    o “silêncio do seu sucesso sempre fez muito barulho ” (kkkkk)
    Abraço
    Luiz salomon

  7. Amilcar Pacheco dos Santos

    Caro amigo Romão, tenho acompanhado boa parte de sua trajetório nos ultimos 20 anos e só posso deixar como comentario minha admiração pelo que vi. Um excelente profissional, dedicado e um rande companneiro. Esta homenagem no Memórias Parana servem para enaltecer toda uma vida de trabalho e luta. Um abraço
    Adm. Amilcar Pacheco dos Santos

  8. Amilcar Pacheco dos Santos

    Your comment is awaiting moderation.

    Caro amigo Romão, tenho acompanhado boa parte de sua trajetório nos ultimos 20 anos e só posso deixar como comentario minha admiração pelo que vi. Um excelente profissional, dedicado e um grande companheiro. Esta homenagem no Memórias Parana servem para enaltecer toda uma vida de trabalho e luta. Um abraço
    Adm. Amilcar Pacheco dos Santos
    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *