Jair Euclides Capristo (2016) Administração – Parapuã – São Paulo

Com 63 anos de idade, nascido em Parapuã (SP), residindo no Paraná desde os 5 anos, e em Curitiba desde os 18. Casei-me em 1972 com a Sulei Bonin Capristo, que também era funcionária do Bamerindus. Tivemos um casal de filhos – a Danielle e o Jiuliano. Ambos estão casados e nos deram quatro netos, um casal cada um.

Iniciei no Bamerindus aos 15 anos como contínuo na agência 097, de Alto Paraná, e entre os diversos cargos que ocupei, passei pelo Processamento de Dados, pela Diretoria Regional de Agências e na Diretoria Internacional. Um programa de incentivo à aposentadoria voluntária conduziu-me à aposentadoria em 2006, após 32 anos de serviços ininterruptos às várias áreas e empresas do Grupo Bamerindus; porém continuo na ativa, fazendo parte do conselho da Coopesf e administrando a pousada Dubai, em Bombinhas (SC).

O Caminho de Santiago de Compostela

Existem vários caminhos que conduzem a Santiago de Compostela, e que há mais de mil anos são realizados por peregrinos de todas as raças e crenças. O que eles têm em comum é o ponto de chegada, a cidade de Santiago de Compostela, na região da Galícia, Espanha. Segundo a tradição, ali repousam os restos mortais de Tiago Maior, um dos doze apóstolos de Jesus, respeitosamente guardados numa arca no porão da catedral dedicada ao santo. Nós escolhemos o caminho mais tradicional que é o francês, e sai da divisa com a França, cruzando de leste a oeste toda a extensão norte da Espanha.

Eu e minha esposa Sulei já fizemos muitas viagens pelo Brasil e pelo mundo. Estivemos algumas vezes em países da Europa, da Ásia, da América do Sul, Central e do Norte, sempre em viagens tradicionais, indo de avião, andando em ônibus, taxis ou carros alugados, mas nunca com longas caminhadas a pé. Assim, quando marcamos a data desta viagem, realizamos também um programa de condicionamento físico com longas caminhadas diárias e também exercícios de Pilates, para alongamento e fortalecimento da musculatura da coluna, das pernas e dos braços, numa academia (foto ao lado). Não tivemos nenhum acidente ou contusão durante todo o caminho, graças às recomendações de nossas fisioterapeutas que orientavam cada exercício, durante os três meses que antecederam a nossa saída e nos conduziram a uma boa e adequada forma física.

A escolha das roupas, calçados e equipamentos (tênis, meias, sandália, chapéu, capa de chuva, mochila, sacos de dormir, cantil, estojo de primeiros socorros) são fundamentais para ter conforto e segurança durante a caminhada. É preciso equacionar peso e espaço, pois tudo tem que ser transportado na mochila. Também os exames e orientações médicas são importantes e necessários antes da partida. Levamos os principais medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *