Jael Bergamaschi Barros (2016) Turfe – Lins – São Paulo

Jael B. Barros
Engenheiro Civil, formado em 1962 na Escola de Engenharia da Universidade Federal do Paraná, sendo sua Cidade Natal Lins – São Paulo, onde nasceu em 1933.
Formado em Engenharia, mudou se definitivamente para Curitiba, casando-se em Curitiba com Maria de Lourdes, com quem teve cinco filhos e sete netos.
Diretor Presidente de Empresas Construtoras foi um dos líderes empresariais do setor, tendo a seu credito um acervo magnífico de obras terraplanadas e pavimentadas por todo o Paraná e Sul do Brasil, inclusive a Rodovia da Integração BR 104, Rodovia do Café.
Toda a sua vida profissional é voltada para a construção de obras de Engenharia, seja no ramo rodoviário, obras de saneamento e construção civil.
Criado em Fazenda de Gado, desde cedo aprendeu a gostar e admirar os animais, fazendo-se proprietário Rural sempre ligado à pecuária. Partindo de uma área de terras próximo a Curitiba, inicia em 1977 a constituição do Haras J. B.Barros.
Esse amor ao cavalo aliado a determinação de ser um dos primeiros na Criação Brasileira, importa matrizes e garanhões da França, Inglaterra, USA, e Argentina. Formando um dos mais notáveis plantéis do cavalo PSI existente no Brasil.
Vitórias nos vários hipódromos do país se sucedem rapidamente, e vence os maiores Grandes Prêmios da Criação Nacional.
Do Haras JB Barros saiu uma ‘’máquina de correr’’, chamado Much Better que ganha o GP São Paulo, GP Brasil e que se enaltece a nossa criação ao vencer o GP Pelegrini em Buenos Aires, ganhando também o Latino Americano em La Plata. Foi o único cavalo Sul- Americano a ir para Paris e correr o lendário GP Arc Du Trionphe. Foi assim considerado o melhor cavalo PSI já criado no Brasil.
O haras JB Barros é o único haras a ser tricampeão do GP Latino Americano, hexacampeão do GP Paraná, tetracampeão da Taça Pinheiro de Ouro e Tricampeão do GP Turfe Paranaense, ganhando assim 67 (sessenta e sete) provas de grupo no Brasil, USA, e Argentina.
Ao longo de sua vida Turfística, Jael exerce as funções mais elevadas do criatório nacional. Foi presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo de Corrida; presidente da Associação Paranaense dos Criadores e Proprietários do Cavalo de Corrida.
Em 2010 é eleito presidente do Jockey Club do Paraná.
Católico apostólico, praticante, Jael foi presidente do Movimento de Cursilho de Cristandade de Curitiba e presidente dos Cavaleiros da Soberana Ordem Militar de Malta.
É presidente da delegação do Paraná da Soberana Ordem de Malta, e ex- Presidente da Fundação Weiss-Scarpa, entidade que se preocupa com crianças, idosos e na Formação Profissional dos Jovens.
Quando nas associações da classe, preocupou-se sempre em ajudar os criadores do cavalo PSI, elevando cada vez mais o gabarito da criação brasileira, tornando cada vez maiores as chances de exportação do cavalo, gerando divisas para a Nação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *